top-image

Tag archives for Islã

O Islamismo – Despedida
Foto: Koshyk Espero ter proporcionado aos leitores informações que poderão permitir pesquisas mais aprofundadas sobre o assunto. A todos que nos acompanharam neste trabalho, meus agradecimentos e até a próxima quando mergulharemos nas origens da vida e sua evolução em um texto para leigos e iniciantes. Muito obrigado mauriliolima@globo.com ...more»
O ritual da oração
Para fazer a prece, o crente lava as partes intimas. Se faltar água, usa areia. Essa regra representa na realidade um gigantesco ato de política sanitária. Um dos preceitos da medicina moderna diz QUEM EXPULSA A DOENÇA È A AGUA. Para fazer a oração, o fiel parte de uma posição ereta, com as mãos apertadas ao nível da cintura, cai de joelhos, ...more»
Os cinco pilares do Islamismo
O primeiro pilar é o CHAHADA ,que significa crença absoluta em ALÁ e Maomé como seu profeta. Inclusive é o requisito para a conversão ao islamismo . O segundo pilar é o ...more»
O fim das revelações
Foto: Mo7amaD Maomé recebeu as revelações do ALCORÃO durante 22 anos. No fim estava tão cansado e esgotado que pediu a esposa, KHADIJA para cobri-lo com uma manta para que ele pudesse descansar. Muitos afirmam que por essa razão, nunca no mundo árabe aparece o rosto de Maomé que quando é mostrado, o rosto é coberto. Depois de um longo descanso, ...more»
A divulgação do Alcorão
Interior da Mesquita de AL HUSSEIN. Foto: upyernoz Igual a Bíblia, o ALCORÃO foi traduzido em todas as línguas escritas do planeta. O exemplar manuscrito mais famoso e antigo , com 1.400 paginas , com uma rica encadernação em couro está guardada na mesquita AL HUSSEIN , no CAIRO , no EGITO . Esse exemplar pelo esmero das escritas e ilustrações ...more»
O Alcorão II
Vista da cidade de Medina. Foto: omar_chatriwala O nome do livro sagrado do ISLÃ, deriva do vocábulo árabe QAARA que significa tanto ler como recitar. O ALCORÃO é recitado nas preces em voz alta e memorizá-lo representa um dos maiores atos de devoção dos fiéis. O ALCORÃO tem 114 capítulos, designados como SURAS compostas de versículos ou AYATS. As primeiras suras ...more»
A trajetoria de Maomé
Após o falecimento da mãe e do avô, Maomé foi viver com o tio, ABU TALIB. Envolvendo-se no comercio feito pelas caravanas que atravessavam o deserto, conheceu uma viúva rica, KHADIJAH, quando tinha 20 anos e casou-se com ela que era 15 anos mais velha do que ele. O casal teve seis filhos, dois homens e quatro mulheres, mas só ...more»
O Islamismo – Parte IV
Alá. Já nessa época os beduínos e outros povos acreditavam em um Deus que chamavam Al-llah, supremo criador de tudo, inacessível e remoto. Maomé. O patriarca da tribo Coraixita, Abd Al Muttalib, tinha 16 filhos e um deles, Abdallah casou com Amina e desse matrimônio nasceu Maomé, no ano 570 depois de Cristo. Maomé tinha uma ama de leite ...more»
O Islamismo – Parte III
AS TRIBOS BEDUINAS. Os beduínos eram ferozes e tinham cada tribo seus próprios deuses, mas tinham um traço em comum, mandavam peregrinos para cidade de MECA para cumprir o ritual da prosternação, uma caminhada em torno da CAABA, que quer dizer cubo. Um quadrado de granito negro que ainda hoje se ergue no centro da cidade de Meca. Parte da ...more»
O Islamismo – Parte II
O SURGIMENTO DO ISLÃ. O islamismo surgiu na península arábica (Hoje Arábia Saudita, Kuwait, Yemem) habitada por nômades beduínos originários de um dos berços da civilização ocidental, A Mesopotâmia, as férteis terras situadas entre os rios Tigre e Eufrates, hoje IRAK. As tribos beduínas eram independentes entre si e cada uma tinha seus próprios deuses. ...more»
O Islamismo parte I
O contexto histórico na época do surgimento do Islã. No mundo ocidental as religiões eram politeístas. Adoravam vários deuses. As civilizações que criaram essas religiões e deuses decaíram por guerras ou fome e suas crenças e deuses morreram. Na região, hoje palco do conflito entre árabes e judeus, surgiram as três grandes religiões monoteístas do mundo ocidental. O JUDAÍSMO, o ...more»
A pedido dos leitores
Recebi um email solicitando que eu ponha no blog uma matéria sobre o ISLÃ. Quem me enviou sabe que vivi dez anos e meio no mundo árabe, na Argélia, com uma elite de cultura francesa, uma parte ...more»
bottom-img