Não   sei  quem  afirmou  com  muita  propriedade.Política  é  igual  a  roda  gigante.Um  dia  o  político  está  em  baixo,a  roda  gira  e  ele  sobe.A  semana  passada a   PRESIDENTE  DILMA  estava  na  cadeira  mais  baixa  e  no  alto da  roda  gozando  da    PRESIDENTE,  MICHEL  TEMER,SENADORES  AÉCIO  NEVES, JOSÉ  SERRA,ALUÍSIO NUNES  FERREIRA ,FHC,O PRESIDENTE DA  CÂMARA, EDUARDO  CUNHA, o PREFEITO  DO  RECIFE  GERALDO  JÚLIO,e  outros.

.O  relator    da  reclamação  do  PCB do B,  no   STF, MINISTRO   FACHIN  votou  contra  tudo  que  interessava a   PRESIDENTE  A  PRESIDENTE  e  INSTITUTOS DE  PESQUISA   MOSTRAVAM  A  POPULARIDADE  DA   PRESIDENTE  EM  9% COM  80%  de rejeição ;

EM  baixo  da  roda  gigante, com  um  par  de  algemas  nas mãos, o  japonês  da  FEDERAL   parecia  que  tinha  vindo  buscar  a  PRESIDENTE  DILMA.

Hoje  tudo  mudou .

Milhares  de pessoas  em  todo    BRASIL, foram as ruas  com  a  palavra  de  ordem da  revolucionária  espanhola LA  PASSIONARA.NON  PASSARAN e  palavras   de  ordem  contra o  impeachment, tachado  de  golpe e  apoio a  PRESIDENTE  DILMA, mostraram  que os  partidários  de  DILMA   vão   para as  ruas  contra  o  impeachment e contra o  golpe e  o  PSDB, DEM ,PPS E  ALIADOS  não  tem  gente  suficiente  para  encher  as  ruas  pela queda  de  DILMA  e  se  insistirem  em  voltar  a  manifestar em  março será  um  fracasso  acachapante.

No  campo político, hoje  O DEPUTADO  LEONARDO  PICCIANI  derrubou  o  líder  do  PMDB ,deputado  LEONARDO QUINTÃO,imposto  por  TEMER E  EDUARDO  CUNHA  e  voltou  a  liderança  do  PARTIDO .

O  racha  no  PMDB   é irreversível .  De  um  lado  RENAM  CALHEIROS e  sólida  maioria no  SENADO,e ministros do governo  do  outro lado sem  se saber  quem  é  maioria    hoje,os  vários PMDB  da   CÂMARA .

Mostrando  a irreversibilidade  do  racha, RENAM  CALHEIROS   chama  MICHEL  TEMER  DE  VAMPIRO DE  FILME DE TERROR e responsável pela  divisão  do   PMDB  enquanto  o influente  SENADOR  JOSÉ SARNEY  recusa  embarcar  na  canoa  furada  do impeachment.

O  IMPEACHMENT depende  de duas  premissas; 1  A  comissão do  impeachment  composta por  65  integrantes, no  momento é  constituída  por  uma  maioria eleita  em lista diferente  da  indicada pelo então líder  LEONARDO PICCIANNI  e  com  maioria  favorável  a  deposição da   PRESIDENTE  DILMA, e  reconhecida  como legítima  no voto do  relator do processo  no  STF.LUIZ  FACHIN.

O  problema  é  que o deputado   LEONARDO PICCIANI, retornou a liderança   do  PMDB ,derrubando   o  DEPUTADO  LEONARDO  QUINTÃO, contrário a  DILMA  e  favorável  ao  impeachment.

Pelo regimento da  CÂMARA  o novo líder  pode  mudar  os integrantes do PMDB  nessa  comissão .necessitando  de aprovação  do  plenário  e  mudando o placar na  COMISSÃO.Na última votação no  plenário,os partidários de  TEMER E EDUARDO CUNHA impuseram uma acachapante derrota ao  governo ,aprovando uma lista independente contrária a  PRESIDENTE.

RENAM  CALHEIROS   e  JACQUES WAGNER   estão com uma lista  dos  DEPUTADOS do PMDB   e dos  seus  indicados  nas boquinhas do  governo .QUEM VOTAR CONTRA  a nova lista , terá  sumariamente demitidos todos seus   afilhados. O  momento é de guerra  total e mortal politicamente  e  não existe ética nessa luta. O importante é derrotar o adversário transformado em inimigo .

A  maior luta da  oposições  é dizer   que  impeachment  é  medida  prevista  na  CONSTITUIÇÃO e  nunca foi  golpe .

Fulminando  este  raciocínio, o  respeitado  SENADOR PELO  DF ,CRISTOVÃO  BUARQUE, insuspeito de  simpatias pelo PT E  PELA   PRESIDENTE DILMA, declara  hoje  em  toda  imprensa  que  do  geito  que  foi  colocado ,impeachment  é golpe  sim .

Para  fechar  a  rosca  desfavorável  hoje  as  oposições,o  ex governador  e ex senador  por  MINAS  GERAIS, RENATO AZEREDO   foi  condenado  a  20  anos  de  prisão no  chamado MENSALÃO  DO  PSDB e  os  outros  implicados  serão  condenados  em  seguida .

O  inferno  astral  das oposições   foi   completado  pelo PGR RODRIGO JANNOT, solicitando ao STF ,o afastamento do  mandato  de DEPUTADO  E  PRESIDENTE DA CÂMARA ,EDUARDO CUNHA .Se o STF  aceitar o DEPUTADO  CUNHA  perde foro privilegiado  e será  julgado no   PARANÁ  PELO JUIZ  SÉRGIO MORO e nesse caso  não pegará menos de 15 anos de prisão em  regime fechado .mas antes disso  a COMISSÃO DE ÉTICA  da   CÂMARA  com os votos  do  PSDB ,DEM  E  PPS, CONDENARÁ  EDUARDO  CUNHA  POR  PALTA DE DECORO PARLAMENTAR e o problema vai para votação aberta na  CÂMARA. Parece  que  o japones da FEDERAL  encontrou  quem algemar ,O DEPUTADO EDUARDO CUNHA

Consagrado  pelo  STF ,só  haverá impeachment a  ser  julgado pelo SENADO   se   342  VOTOS  abertos  da  CÂMARA DOS DEPUTADOS  aceitarem  o parecer  da   COMISSÃO  DE IMPEACHMENT     se  for favorável.

A PRESIDENTE  DILMA, PRECISA   APENAS  DE 172  VOTOS  PARA BARRAR   O   IMPEACHMENT .enquanto a OPOSIÇÃO  PRECISA DE 342  PARA APROVA-LO.

A LISTA  DOS  AFILHADOS   DOS DEPUTADOS, VAI  SERVIR  DE   REFERENCIA PARA ASSEGURAR   OS 172   VOTOS  com uma margem de segurança de uns 30 votos .

Para fechar a rosca  a  POLÍCIA FEDERAL    desencadeou  a  OPERAÇÃO OURO  NEGRO, ÚLTIMA  FASE  DA LAVA   JATO  para apurar todad a corrupção na  PETROBRÁS desde 1971, governo  FHC

GUERRA É  GUERRA

Se amanhão a roda gigante  girar  tudo  isso  muda

 

Related Posts with Thumbnails