Quando  anunciou o  novo  ministério,a    PRESIDENTE  DILMA , também  anunciou  o corte  de  9 ministérios,3.000  cargos  de  confiança  e  corte  de  10% no  seu  próprio  salário e  do  salário dos  novos  ministros .

Não  podemos  acusar a    PRESIDENTE  de   demagogia .Todo  governante  sabe  que  para  o  grande público  desavisado ,lutando  com  mais mês  e  menos  salário , a    PRESIDENTE  cortando  seu  própio salário   sempre  tem  boa  repercussão  e nenhum  efeito  prático no  volume  de corte  de despesas  que o  govêrno  precisa  realizar  para  o    BRASIL  vencer  a  crise.

O  que  o  governo  precisa  é  concluir  o  ajuste  fiscal  proposto  pelo  ministro   LEVY , com  manutenção  dos  vetos a  irresponsabilidade  legislativa, reforma urgente  da    PREVIDÊNCIA   novos  impostos  que   equilibre  as  contas públicas .NÃO  TEM  MÁGICA  FORA  DESSA   RECEITA .

Essa   história  de  PRESIDENTES  cortar o  própio  salário  é  usada  de  outra  maneira em  países  que  imaginam  estar  fazendo  revoluções .Em  CUBA ,  FIDEL  foi  cortar  cana, em  uma  grande  mobilização pela  produção  de  açucar.

Nem  FÍDEL  nem  ninguém  que  o  acompanhou  sabiam   cortar  cana e  se  a  colheita  aumentou  não  foi  pela presença  desses  dirigentes nos  canaviais .

Eu  mesmo  tive  que embarcar  nesse  canoa .Na  ARGÉLIA  aonde  vivia  como  exilado, fui  limpar  mato ,plantar e  colher na  mobilização  feita  pelo    PRESIDENTE   BOUMEDIENNE  por  uma  chamada  revolução  agrária.  Peguei  a  foice  e  a  enxada, com  tanto  entusiasmo, que  sentido o  cabo molhado, pensei  que  era  suor, mas  depois  verifiquei que  era  sangue . O  couro  das  minhas  mãos  tinha  caído, porque usava  elas  apenas para  pegar  lápis e  caneta  e  nunca  um  cabo  de  enxada,PasseI  quase  15  dias  para  que  minhas  mãos  sarassem  e  um  couro  fininho  substituiu  o  anterior.

Independente  de  tudo  isso ,desejo que  a reforma  ministerial  tenha  satisfeito  a  ganância de    PMDB

 

Related Posts with Thumbnails