Qualquer  embate sempre  terá um  perdedor  e  um   vencedor. O  calor  da  disputa muitas vezes  provoca no  vencedor,uma certa  soberba que  o  impede  de  saber  vencer com  lucidez  e  competência  e  no  perdedor  a inconformidade  com  derrota e  ódio ao  vencedor .

No  caso  grego, o  partido de  ultra  esquerda   SYRIZA  e  o  primeiro  MINISTRO vencedor  absoluto do  plebiscito ,ALEXIS  TSIPRAS  mostraram  nesta  segunda  feira  para  a  opinião  pública  mundial  que  sabem  vencer .

Consideraram  irrelevantes  as  declarações  do  porta  voz do  governo  alemão  STEFFEN  SEIBERT, afirmando  que  no  momento não  se  dão as condições  para  uma  abertura  de  negociação ,mas  isto  não  retira  a  disposição  da  1  ministra alemã  ÂNGELA  MERKEL   de negociar .

O  vencedor grego  ALEXIS  TSIPRAS, respondeu que  para  ele  o  que valeu  foi  a  disposição revelada  por  ANGELA MERKEL que  quer  conversar e  como  também  ele  quer  conversar  sobre  o  problema,chega  hoje a   PARIS ,BRUXELAS  E  BERLIM  para  abrir  conversações.

Para  mostrar  que  está  disposto  a  afastar  qualquer  obstáculo  que  impeçam  novos  empréstimos  a    GRÉCIA , substituiu  o    MINISTRO DAS  FINANÇAS  grego, YANIS VAROUFAKIS  por  ele  ser  considerado interlocutor  não  aceitável   pelos  europeus, acusado  de ter  sido indelicado  com os  banqueiros  europeus.Esta posição  europeia exigindo demissão  de  um  ministro do  governo  vencedor  repercutiu  tão  mal na  opinião  publica internacional ,que  as  autoridades europeias  divulgaram  uma  nota ,afirmando  que  nas  negociações  não  julgam pessoas  mas  propostas.

O  PRIMEIRO  MINISTRO GREGO ,TSIPRAS  ,declarou  que  o MINISTRO   YANIS  VAROUFAKIS  , afastado  cumpria  ordens, é  considerado  por  todos  pessoa  competente   e cordata  que apesar   de  substituído  continua  merecendo  sua  amizade e  confiança  DELE   bem  como  do  SYRIZA  e considerou  o  episódio  um ataque  de  fricote dos dirigentes  europeus  que  não podia interferir  nas  negociações ;

O  primeiro  ministro  grego considerou  que  o  documento  divulgado  pelo    FMI , considerando  que  a  dívida  grega  de  330  bilhões  de  euros   precisa ter  substancial  diminuição  e  alongamento  a  perder  de  vista, uma  consideração  valiosa  para  a       solução   do  problema.Também  considerou  irrelevantes afirmações  que é  ilegal qualquer  perdão  da  dívida  grega ,segundo  as regras  da  comunidade  europeia .Para  o  governo  grego, o  problema  deixou  de  ser  técnico  e  tomou  a  conotação  política  e  a  solução  é  unicamente  política.

A  quase  totalidade  da  mídia  internacional ,consideram  que  o  jogo  terminou com  o  seguinte  placard  MERCADO  E  FINANÇAS  INTERNACIONAIS    0  X  GOVERNO  GREGO  1. Estamos  na prorrogação  na expectativa  apenas  nos  termos  negociados  e  aceitos  por  todas as partes.

GANHOU  A  DEMOCRACIA ,PREVALECEU  A  SOBERANIA  DAS  NAÇÕES  CONTRA  OS  ABUTRES

PODER  POLÍTICO  OCIDENTAL .liderado  pelos  americanos  exercem  forte  pressão  para uma  solução  imediata  negociada e  aceita  pelos  gregos .

 

 

Related Posts with Thumbnails