Não  adianta verificar se  a  UNIÃO  EUROPEIA ,ANGELA  MERKEL E  FMI vão  aceitar  ou  não concordar  em  fechar  novo  acordo com  a    GRÉCIA    e seu líder    TSIPIAS .Essas  figuras  perderam  o comando  das  decisões e  a  entrada  do  governo  americano nesta  confusão  mostra  que  a  partir  de  agora não  existe  questões  técnicas ligadas ao  sistema dos  abutres do  sistema  financeiro  ditando soluções .A  QUESTÃO  É  AGORA  SÒMENTE  POLÍTICA .

O  MEDITERRÂNEO  É  O  MAR  DO  PODER POLÍTICO .Além  de  ser país  estratégico no    MEDITERRÂNEO  o  dispositivo  de  poder do OCIDENTE ,comandado  pelos  E.E.U.U  tem  na  GRÉCIA  e  na TURQUIA   as duas  pernas insubstituíveis  do  seu    dispositivo  militar e  político na  região. POR  ESSES  DOIS  PAÍSES  OS  E.E.U.U  REAGEM  COM  FORÇA ATÔMICA e  nunca  iriam  admitir que  perdesse  esses  aliados por  exigência  do  sistema  financeiro  internacional .

A  RÚSSIA  e  a  CHINA   não perderão  a  oportunidade de  retirar  a  GRÉCIA  da  órbita  americana e  o  custo  da  operação  pode  ser  elevado  para  uma    RÚSSIA    em  dificuldades financeiras mas  mais  do  que  insignificante  para  a    CHINA.

Um  ultimatum  foi  dado  ao  FMI E  ANGELA  MERKEL.UM  ACORDO  DEVE  FECHAR  AS  RELAÇÕES COM A  GRÉCIA .Esse  acordo  só  pode  acontecer com  a aceitação  dos  termos  gregos .MANDA  QUEM PODE  DESOBEDECE  QUEM  FOR  MALUCO.

Outra  questão  política que  não  envolve um forçada  de  barra  mas é  estratégica para  os  países  europeus , é  a questão  democrática  eleitoral .O primeiro  ministro  grego    TSIPIAS  está  se  tornando um  líder  de  multidões  que  podem  ir  para  as  ruas quando  quiserem para  manifestar  admiração e  apoio  a    TSIPIAS em  todas as  grandes  cidades  europeias e  votam  em  eleições  regulares  na   ALEMANHA,FRANÇA ITÁLIA,ESPANHA ,PORTUGAL,E  TODOS  OS PAÍSES  RESTANTES  EUROPEUS .

Hoje   TSIPIAS  É  O LÍDER  POLÍTICO tão  admirado quanto  foi    HO CHI  MIM ,durante  a guerra  do    VIETNAM.  Inúmeras  lideranças  políticas e partidos  do  países  europeus  ,começam  a  fazer  um  discurso  igual  a    TSIPIAS e  a  tendência é  crescer.   Para  evitar essa  contaminação  que  ameaça  o  predomínio  de  poder  dessas forças  É  MELHOR  BAIXAR  AS  CALÇAS AGORA DO QUE SEREM  ALIJADOS  PELO  VOTO.

 

Related Posts with Thumbnails