O  GOVERNADOR   GERALDO  ALKMIN  ,declarou  ontem .Os  metroviários  não  desmoralizarão  nem  o    ESTADO nem  a  JUSTIÇA .A  greve  que  prejudica  5  milhões  de pessoas modestas  que  precisam  do  metrô  para   ir  ao  trabalho,  ao  médico  , levar crianças  a  ESCOLA, foi  declarada ilegal pelo    TRIBUNAL REGIONAL DO  TRABALHO DE   SÃO  PAULO , que  determinou  volta  imediatada   ao  trabalho ,declarou  a  greve   ilegal  e  estabeleceu  multa  diária  de  500 mil  reais  se  houver desobediência  .

QUEM  NÃO  VOLTAR   AMANHÃ    AO  TRABALHO,  PODERÁ  SER  DEMITIDO  POR  JUSTA  CAUSA,SEM  INDENIZAÇÃO  .OS  TRABALHADORES  SE LIXARAM  ,  CONTINUARAM  EM  GREVE  E  AMEAÇARAM   PARAR  SÃO  PAULO  E  INVADIR PRÉDIOS  PÚBLICOS E  A  DIREÇÃO  DO  METRÔ

Hoje  o  governador  fez  o  que  deve  ser  feito  contra  a  baderna  e  anarquia. Saiu  a  primeira  lista  de  60    demitidos ,mais  tarde  sai  outra  com  mais   100  nomes .DETERMINOU  QUE  A  POLÍCIA  ENFRENTE  COM  ENERGIA , CASSETETE ,GAZ  PIMENTA  E  LACRIMOGÊNIO.  , qualquer  tentativa   DE  BADERNA  NA  RUA .

Os  baderneiros  demitidos não   têm  direito  a  nenhum  recurso  judicial  porque  desrespeitaram  a  justiça.NO  FINAL  DO  MÊS  PEÇAM  AO  SINDICATO O  DINHEIRO  DO  SALÁRIO  QUE  PERDERAM .

O  GOVERNADOR    também  determinou  a    PROCURADORIA  DO  ESTADO  DE  SÃO  PAULO  DE  PEDIR  O  BLOQUEIO  D  TODAS  AS  CONTAS DO  SINDICATO  E  PENHORA  DA  SEDE,  PARA  INDENIZAR  O  ESTADO  DOS  PREJUÍZOS   CAUSADOS  PELA  GREVE .

É   ASSIM  QUE  O  ESTADO  DEVE  AGIR

 

Related Posts with Thumbnails