As  cidades  que  são  mundo  e  o  charme  de  paris

Apenas três cidades no mundo podem ser consideradas como mundiais: Nova York, Londres e Paris.

Tudo que acontece nessas cidades tem imediata repercussão no mundo inteiro. Por essa razão o fluxo turístico internacional tem a maior parte, concentrada nessas três cidades.

O Brasil descobriu a vontade de viajar. Antes viajar, sobretudo, para o exterior era privilégio de poucos.

Hoje com as profundas alterações na aviação comercial que privatizaram as anacrônicas companhias aéreas estatais, a formação de companhias privadas que oferecem preços baixos vôo charters, o fluxo turístico se multiplicou.

As ondas turísticas de árabes enriquecidos foram ultrapassadas pelo turismo em massa proveniente da  Ásia, sobretudo Japão e agora milhões de chineses estão invadindo o mundo.

Entre as cidades mais charmosas e visitadas do mundo paris merece  destaque.

Os milhares de guias turísticos descrevem e mostram as belezas parisienses com seus símbolos mais marcantes: A Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, a charmosa Avenida Champs Elysées, a  Catedral do Sacre Coeur, em Monmartre, e a milenar Notre Dame.

Não pode ser esquecido o passeio de Bateau Mouche pelo Sena, nem as belas pontes, sobretudo a Ponte Dàlma. Como o passeio noturno para apreciar os grandes monumentos iluminados.

Essas são as belezas que os brasileiros, que vão a paris, visitam e apreciam e fazem muito bem.

Gostaria de apresentar outros passeios, que não constam dos guias turísticos, más se forem realizados se tornarão inesquecíveis.

Descobrir gastronomia exótica e extremamente saborosa.

No Brasil, já estamos acostumados e adoramos a cozinha italiana e chinesa. Isso é o que não falta em paris, agregando-se milhares de vietnamitas gregos e marroquinos.

Igual ou mais do que São Paulo em Paris você escolhe qual restaurante e  de qual procedência nacional você vai usar.

Vou sugerir dois sabores que você nunca encontrará em São Paulo, é mais certo encontrar em Nova Yorque ou Londres: A cozinha tibetana e georgiana. Não dá para descrever porque não é igual a nada que você conhece.

O restaurante tibetano em Paris, delicioso, é o lhassa rue de la Montaigne saint genevieve metro maubert mtualité ou cardinal lemoine cluny sorbonne. Menu completo 25 euros.

O restaurante georgiano é imperdível, a georgia foi  a  terra de  nascimento de  stalin. Durante o seu longo e sangrento governo na União Soviética o Kremlin servia toda noite, comida de tempero georgiano.

O melhor é a maison georgienne 3 rue du sabot metro  saint  germain  de  pres. Fica entre a rue de rennes e o bdl saint Germain.

Você voltará ao Brasil sendo um dos poucos brasileiros que experimentou a comida tibetana e georgiana.

Restaurante    Le  Procope –  Rue  De L Ancienne  Comedie  Paris

Esse restaurante fundado em 1396 tem a mesa com placa de bronze de voltarie, de diderot e de rousseau, frequentadores.

Era o restaurante preferido pelos lideres da revolução francesa Danton, Robespierre, etc. Tem duas entradas pela  rue de l ancienne comedie e saída para uma estreita rua na parte de traz calçada com paralepipidos  do ano 800, muito irregulares que brilham e escorregam como azulejos.  Tem mais de uma dezena de pequenas butiques de venda de preciosas e charmosas  obras  de  arte artesanais. Nessa pequena rua gosto de deixar o restaurante perto da meia noite quando terminam os teatros da redondeza e os artistas vestidos a carater, sentam nos bares para tomar um balão de vinho.

Um dia apreciei em uma mesa os três mosqueteiros vestidos a caráter Dartagnam Portos Aramis.em  outra mesa sentava  vestida  regiamente  uma  atriz vestida de maria  antonieta .

o  vinho  da  casa  do  le  procope é  finíssimo .

Esse restaurante  tem o primeiro andar fechado para banquetes. Mas quem está no restaurante pode pedir para visita-lo. É como se desse  um  megulho no restaurante  privado  do rei Sol ,Louis  XIV

Perto do Le Procope fica a famosa rua ST André Des Arts que desemboca na Place Saint Germain. É uma  das  ruas mais charmosas de Paris, cheia de butiques e  dezenas de músicos amadores, tocando Bach em flauta um americano tocando bateria e toda sorte de instrumentos, colados no corpo e uma fauna humana de cor e etnias com cabelos pintados com varias cores  ao  mesmo  tempo.  Mande  enoc  ler  os    textos  que  ele  vai adorar  e  se você quiser aproveitar e  ordena-lo  ecoc é  o  melhor .

 

Outro momento imperdível é a missa dominical de 17 horas na Notre Dame. Beneditinos assumem o comando dos enormes órgãos de fole tocam e cantam os hinos gregorianos. Infelizmente muito medíocres que não sabem o que são os cantos gregorianos também vão atrapalhar o fruir desse espetáculo a direita da Notre Dame tem  inúmeras  pequenas  butiques  mas os  preços  são mais para turistas medíocres, é possível que agora esgotei as sugestões  parisienses.

 

Museus de paris

Paris tem toda sorte dos mais ricos e variados museus do mundo. Você nunca deixará de visitar o Museu do Louvre descendo por dentro da famosa e recente, Pirâmide do Louvre.

Com certeza você não poderá deixar de ver os pintores, impressionistas do museu dorsay antigo jeu de paume nem o futurista centre George Pompidou. São passeios marcados para você em todos os guias turísticos.

Vou sugerir 2 museus e um centro de arte que você não encontra em nenhum guia turístico.

O Quai Branly

Quando Jacques Chirac, governava a França, verificou que seus antecessores se imortalizaram com a criação de museus e obras de arte. Foi assim com George Pomdidou que criou o centro George Pompidou e François Miterrand.

Chamou seus auxiliares e disse: Preciso construir um museu que imortalize minha imagem. Quero  sugestões.

Depois de muito estudo, voltaram e disseram: não  é  fácil  criar em Paris um museu que imortalize seu nome. Aqui já tem  todo  tipo e  qualidade de  excelentes museus. Só se tivéssemos ousadia de fazer uma coisa altamente revolucionária.

Vamos criar um museu que mostre as obras de arte criadas pelos muitos primitivos habitantes da terra antes da idade da pedra e antes que os europeus brancos conquistassem esses povos primitivos. Nasceu aí o mais novo museu de Paris o Quai Branly, que fica as margens do Sena em frente das galerias do Louvre na outra margem.

O prédio desse museu não é tão futurista quanto o centro George Pompidou mas é um dos marcos da arquitetura moderna.

Jacque Chirac gastou milhões de euros para recolher obras de arte ainda preservadas ou a serem preservadas feitas de tecidos de juta, não havendo nessa época nem tecido de algodão nem seda e madeira. Os primitivos não conheciam nenhum metal nem tinham como trabalhar com pedras.

Visita ao museu da sciencia tecnologia na porta de La Villete. Durante uma visita entrei em uma sala diante de um painel cheio de botões. Escolha o cheiro que quer sentir selecionei cheiro de chuva na terra seca e de excrementos de gado em uma fazenda. A tela em frente mostrou uma chuva em terra seca e depois uma fazenda de gado. Os respectivos cheiros tomaram a sala.
Em frente do museu fica a famosa cité de la musique. No terraço em frente você encontra a mais imaginável fauna, tocando os mais curiosos instrumentos.

 

“Esse passeio não consta de nenhum guia turístico”.

Compras em  paris

Os centros de preferencia para compras dos brasileiros são: comprar perfumes  nas imediações de l opera e as famosas galerias lafaiette.

Poucos sabem que na calçada das galerias lafaiette, dezenas de  pequenos vendedores oferecem os produtos de fim de estoque  das  galerias lafayette por cerca de 20% do preço da loja. Ex: gravatas italianas de seda pura último modelo custam 2 euros. No Brasil de 120,00 a 150 reais.

Esnobismo  em paris.

Veja no pariscope, a obrigatória revista de todos os espetáculos, e todas as informações uteis semanal de Paris e veja o endereço da maison cartier.

Tem que telefonar para marcar visita.

Chegando lá peça para ir aos ateliers no subsolo para ver os artesãos confeccionando as joias.

A maior preciosidade desse trabalho artesanal é a confecção de broches em forma de panteras da mais pura platina cravejada de brilhantes.

Ricaços do mundo inteiro chegam nos seus aviões particulares, para comprar para suas esposas ou amantes uma pantera. Não aceitam as que estão expostas querem uma exclusiva com o compromisso da casa  que  não  fará  cópia. Se você tem cartão de credito ouro da American Express sem limite vá comprar sua pantera.

Place de treves

Nenhum turista que visita Paris, deixa de ir ao alto de Monmartre visitar a famosa Place de Treves, praça dos pintores.

Cercada de bares e cafezinhos poucos turistas sabem que o local para sentar e apreciar o trabalho de pintores é a mistura internacional de raças e etnias visitando a praças, é o restaurante e mae mere catherine.

É nesse café que André Rieu começa a gravar seus programas em paris. Todas essas são pequenas sugestões para uma visita sua a Paris sem incomodar os passeios recomendados pelos guias turistíssimos.

As passagens de Paris

As mais famosas passagens de paris são:
1  GALERIE  VIVIENNE
2 PASSAGE  DU  CAIRE
3  PASSAGE  BRADY
4 PASSAGE  DU  BOURG  L  ABÉE
5 PASSAGE DE  CHOISEUL
6  PASSAGE  DES  PRINCIPES
7  PASSAGE  DU  HAVRE

Panoramas no 2 Arrondissement  na  rue  de  saint  marc conhecida  pelo comercio de selos  tem  dezenas  de  pequenos  bares  e  cafés  frequentados  por  intelectuais  e  artistas .

Uma das mais famosas é a Galeria Vero Dodat, no 1 arrondissement ligando a  Rue Jean  acques Rousseau a Rue de Bouloi, data de 1826. Tem essencialmente galerias de arte e é famosa por seu de ladrilhos pretos e brancos. A passagem du boug l abbé fica  no  2  arrondissement entre a rue saint denis e a rue de palestro. Passage du caire construida em 1798 fica no 2 arrondissement, é a mais longa de Paris.

Visitar  as passgens  de  paris é  um  passeio  formidável

Related Posts with Thumbnails