A crônica hoje de MARCELO GLEISNER , na FOLHA DE SÂO PAULO, trata do tipo de vida que pode ser encontrada pelos cientistas russos no LAGO VOSTOK , situado debaixo de 3.600 metros de uma geleira no Polo Norte e cujas águas nunca tiveram contacto com o ar da superfie terrestre .

É possível que existam formas de vida nesse ambiente inóspito e sem nenhum contacto conôsco , nos últimos vinte milhões de anos .

É um ambiente com quase nenhum nutriente e que se alimenta de energias alternativas vindas do magma terrestre ,essa forma de larvas incandescentes .

SE HOUVER VIDA NO LAGO VOSTOK É POSSÍVEL QUE EXISTA VIDA EM OUTRO CORPOS CELESTIAS CÓSMICOS .

LÓGICO QUE A VIDA QUE PODE SER ENCONTRADA
SERÁ UNICELUAR E DIFICILMENTE JÁ NA FASE SEGUINTE , MULTI CELULAR .

NESSAS MESMAS PROFUNDIDADES , EM VÁRIAS PARTES DO PLANETA EXISTEM LAGOS SUBTERRÁNEOS COM MAIS ÁGUA QUE TODOS OS OCEANOS DO PLANETA .

CADA DIA NOS APROXIMAMOS DA REVELAÇÃO DE COMO COMEÇOU A VIDA NO NOSSO PLANETA .
LÓGICO QUE QUANDO DESCOBRIRMOS ESSE INÍCIO QUEREMOS SABER PARA ONDE VAMOS .

É A CIÊNCIA AVANÇANDO INEXORAVELMENTE .

Related Posts with Thumbnails