Equipamentos modernos dão utilidade para materiais que iriam para o lixo. Em casa, também é possível reciclar usando a criatividade.

Um sofá inteiro pode virar fonte de energia em questão de segundos. Uma usina brasileira é a primeira na América do Sul a reciclar o lixo seco mesmo quando ainda está misturado com o úmido. No processo, o equipamento descarta o material orgânico, seleciona os metais e o que serve para queima como fonte de energia, sai triturado em pedaços de até cinco centímetros.

O volume diário representa o lixo de um milhão de habitantes. Apesar de ainda estar em fase de teste, o empreendimento permitiu que 28 lixões fossem desativados.

Uma outra máquina funciona como um liquidificador gigante, usado para reciclar papelão e embalagens de longa vida. A água em movimento retira a sujeira e separa o plástico e o alumínio do papel. Depois de seca em um forno especia, em menos de uma hora a celulose está pronta para ser reutilizada.

A unidade em Piracicaba produz em média 80 toneladas de papel ao ano. O material que poderia ir parar no lixo, é distribuído para mais de 70 países. O alumínio é recuperado na foram de alumínio em pó e o plástico na forma de parafina, sendo utilizado em industrias químicas.

O reaproveitamento não depende só da tecnologia. Um pote de iogurte poderia ir para o lixo, mas com criatividade pode virar um brinquedo. O engenheiro ambiental, José Roberto Gomes, cobre o pote com uma embalagem de salgadinho. Depois, prende um cone de papel na parte de cima e mais dois triângulos em baixo e faz um foguete.

Duas garrafas pet viram um brinquedo, chamado de vai e vem. Corte as garrafas ao meio, junte as partes de cima com fita adesiva e passe dois barbantes. Está pronto.

Com a outra metade da garrafa que não foi utilizada, é possível ainda fazer um vasinho. Primeiro faça furinhos no fundo para a água sair. “Para enfeitar podemos cortar em tiras e depois dobrar formando uma flor. Sem desperdiçar”, conta o engenheiro.

“É uma idéia ótima para esta época de férias. Traz conscientização e aproveitamento para as crianças”, diz a publicitária Sarita Carvalho.

Related Posts with Thumbnails