Manifestantes entram em confronto com policiais em frente ao Parlamento, em Atenas (Lousia Gouliamak / AFP)

Manifestantes entram em confronto com policiais em frente ao Parlamento, em Atenas (Lousia Gouliamak / AFP)

Em 20 hotéis de Atenas, registraram-se 8 mil cancelamentos de reservas nos últimos cinco dias, devido aos distúrbios e greves no país contra as medidas de austeridade econômica, informou nesta terça-feira (5) o presidente da associação de hoteleiros da capital, Yanis Retsos.

Ele fez um pedido às autoridades gregas por “medidas imediatas” que restaurem a confiança em Atenas, “um destino seguro” para os turistas, segundo ele.

O turismo é um dos setores mais importantes da economia grega e contribui com 16% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Os distúrbios ocorreram em meio aos protestos contra a votação no Parlamento de novas medidas de austeridade econômica pelo segundo ano seguido, como condição de ajuda pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e outros países.

Manifestações pacíficas duraram mais de 40 dias na praça Syntagma, em frente ao Parlamento. Além disso, na semana passada, houve ainda violentos incidentes durante greve geral de 48 horas que paralisou serviços do país e parte dos voos.

Donos de três importantes hotéis de luxo na praça tiveram que retirar seus clientes por motivos de segurança.

Related Posts with Thumbnails