Edifício Clock Tower Office, construído em 1909 na Madison Avenue, deve ser convertido em hotel de luxo

Edifício Clock Tower Office, construído em 1909 na Madison Avenue, deve ser convertido em hotel de luxo Foto: Mike Segar - 6.mai.2011/Reuters

 

A Madison Avenue, refinada avenida de Nova York, acaba de lançar um programa de cartões para o segmento de luxo para uso nas lojas de famosas marcas e renomadas galerias de arte, spas, restaurantes e hotéis.

O cartão oferece descontos, presentes, serviços e entregas nos hotéis sem custo adicional.

Eles estão sendo distribuídos gratuitamente por um grupo selecionado de agências de viagens locais para alguns clientes. No Brasil, participam as agências Maringá, B360 Travel, Queensberry, Interpoint, Alatur, Class Tour, L’Alianxa-LTN, IT MICE, Radar Turismo e Designer.

Cada cartão “The Key to Madison” (A chave para a Madison, em tradução livre) possui um código para uso no site www.keytomadisonavenue.com.

O programa é organizado pela Associação Madison Avenue Business Improvement District, que representa as marcas e empresas sediadas na avenida. O patrocínio é da American Express, com o apoio do Departamento de Comércio dos Estados Unidos e da NYC & Company.

BRASILEIROS

“O Brasil é um mercado emergente incrivelmente importante para Nova York”, avalia George Fertitta, executivo-chefe da NYC & Company, empresa oficial de promoção da cidade de Nova York.

De fato, os brasileiros foram os turistas que mais gastaram nos Estados Unidos em 2010, quase US$ 5.000 por pessoa.

E de acordo com a mais recente estimativa do Departamento do Comércio, o número de visitantes do Brasil nos EUA deve aumentar 18% em 2011 em relação ao recorde histórico do ano passado, quando 1,2 milhão de brasileiros viajaram para os Estados Unidos.

FOLHA ONLINE

Related Posts with Thumbnails