O hospital estadual Pérola Byington, em São Paulo, lançou um programa inédito que promove o congelamento de óvulos de mulheres em tratamento contra o câncer de mama. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o serviço vai preservar a fertilidade das pacientes que passam por quimioterapia.

Avaliado em R$ 8.000, o tratamento é  gratuito e destinado a mulheres com até 35 anos de idade. Elas não podem estar na fase avançada da doença.

A técnica é realizada no intervalo entre a cirurgia da mama e as sessões de quimioterapia recomendadas pela equipe médica. Consiste na realização da estimulação ovariana e no congelamento dos óvulos a serem utilizados pelo paciente no futuro, em caso de confirmação de falência do ovário.

Segundo o médico mastologista Luiz Henrique Gebrim, diretor do hospital, “a quimioterapia destrói a população de folículos primordiais, levando à menopausa precoce. Além disso, a literatura médica aponta que fatores como a idade da paciente, a dose e o tipo do quimioterápico utilizado durante o tratamento contra o câncer de mama podem contribuir para que até 60% dos casos evoluam para infertilidade”.

As interessadas em participar do programa precisam do encaminhamento de um médico especialista. Para mais informações sobre o cadastro, basta entrar em contato pelo telefone (11) 3104-2785.

Folha Online

Related Posts with Thumbnails