Veja como descobrir se a pessoa que está ao seu lado pode ser uma ameaça à sua carreira.

Paulo Gonçalves – Campinas


Nada pior no ambiente de trabalho do que lidar com aquele colega que só faz intrigas e fofocas.

“Na área que trabalho de vendas sempre tem alguém querendo te passar para trás. Uma vez o cliente chegou me procurando e ele falou que eu não estava na loja para justamente fazer a venda no meu lugar”, fala Paulo Leandro, vendedor.

“Sempre tem né, aquele que quer passar a perna, não é leal”, comenta Michele Araújo, vendedora.

“Vim de Porto Alegre para cá e ele se sentiu ameaçado e ele disse ‘aqui é horrível, o homem tem várias mulheres aqui no Ceará, tu não vai gostar. Não é fácil ser bonita, o pessoal não é legal, de confiança’. Fez de tudo para eu ir embora”, diz Daniela Gomes, gerente de vendas.

A impressão que dá é que eles estão por todos os lados.

“Não tem como fugir. Os falsos estão impregnados em todas as empresas. Normalmente são pessoas que você menos espera… E te dão problema”, diz Bia Monteiro, consultora de carreiras.

Pela experiência da consultora de carreiras, de cada 100 funcionários, 30 tendem a fazer fofocas e intrigas. E os fatores que levam a isso são: inveja, auto-estima baixa e intolerância à frustração.

Sinal amarelo. Em algumas situações, fique bem atento. Porque você pode estar ao lado de um colega de trabalho falso. Preste atenção! Se essa pessoa fala mal de todo mundo. Pode também estar por aí falando mal de você. Tem aquela também que dá palpite em tudo. E o colega muito prestativo, em excesso. Avalie bem a intenção dele.

Bom, você percebeu que é possível traçar um perfil de uma pessoa falsa.

Um levantamento mostrou que ela é inteligente, amigável demais, simpática em excesso e bastante solícita.

Mas atenção principalmente nas atitudes negativas. Ela pode ser dissimulada, hipócrita, egoísta, irônica, falar muita mentira e ter atitudes de vingança.

Por isso, para não cair na armadilha de um colega de trabalho falso confira as dicas que uma psicóloga de Campinas preparou.

Com o mercado cada vez mais competitivo, algumas pessoas podem usar a falsidade para conquistar a confiança do chefe ou mesmo ganhar uma promoção.
“Essa pessoa por esse traço de caráter, ela pode ter ganhado a chefia, a chefia pode não ter percebido essas questões. A maior dica seria buscar neutralizar essa influência, buscar um certo distanciamento, não trazê-la para os seus ambientes mais íntimos. Enfim, não fazer dessa pessoa um amigo, um colega. E estar sempre alerta para algumas questões que ela pode estar levantando a seu respeito”, explica a psicóloga Rita Khater.

Nunca demonstre irritabilidade. “Ao demonstrar você se coloca na situação de embate e isso não é saudável em qualquer ambiente de trabalho, em qualquer situação de trabalho”, completa a psicóloga.

“Relaxe um pouco. Existe o falso, o mal resolvido, o encrenqueiro. Eu que tenho que ter habilidade para saber lidar com essas pessoas. Porque eles são os obstáculos que você vai ter que provar que tem competência para passar por cima para chegar ate uma diretoria, para chegar a uma gerência”, fala Bia Monteiro.

“Eu acho que o ideal é ser verdadeira, fazer o melhor, fazer o correto e agir com humildade”, finaliza Daniela Gomes.

Michelle Loreto – São Paulo  Jornal Hoje

Related Posts with Thumbnails