vinhoComida

O que você deve levar em conta na hora de escolher um vinho para acompanhar um prato? O master sommelier Vincent Gasnier apresenta os segredos para formar ótimos casamentos entre comida e vinhos franceses no guia “Top 10 Vinhos – França”. Um trecho do livro que traz sete regras básicas para combinar a bebida com pratos diversos pode ser lido abaixo.

Leia abaixo as 7 regras básicas do master sommelier Vincent Gasnier para combinar vinhos e comida.

ORIENTAÇÕES GERAIS

Não importa se você está escolhendo uma garrafa de vinho para acompanhar um prato mais simples ou diferentes tipos de bebida para acompanhar um jantar com diversos pratos, aqui vão as regras básicas:

  • Decida qual será o sabor dominante e escolha um vinho para acompanhá-lo.
  • Escolha um vinho que combine com o peso e a intensidade da comida. Pratos de sabor forte pedem os encorpados. Já os de sabor delicado desaparecem quando servidos com vinhos com forte sabor de carvalho ou tânicos. Por isso pedem vinhos mais leves. Os brancos encorpados têm o mesmo poder que os tintos leves, combinando tanto com atum grelhado, por exemplo, quanto com peru assado.
  • Pratos doces pedem vinhos igualmente doces. A cozinha tailandesa, por exemplo, pede os meio-secos como o Gewürztraminer alsaciano.
  • A carne vermelha suaviza os taninos de um tinto.
  • Quanto mais complicados os sabores de um prato, mais difícil é encontrar um vinho para acompanhá-lo. Alguns vinhos, no entanto, funcionam bem com uma variada gama de sabores.
  • Se estiver servindo um vinho de alta qualidade, a simples preparação dos pratos com ingredientes de primeira é suficiente para que o vinho se destaque.
  • Tente combinar pratos regionais com vinhos da mesma região.

da Folha Online

Related Posts with Thumbnails